Você conhece bem a vida da princesa Isabel? Faça o nosso QUIZ.

A princesa Isabel, filha e herdeira de D. Pedro II, é uma personagem histórica que divide opiniões: carola, submissa e incapaz? Ou: culta, bondosa e devota? Como teria sido o Terceiro Reinado, com Isabel como imperatriz? Qual foi seu verdadeiro papel na abolição da escravidão? Todas essas questões ainda geram calorosos debates. 

Veja se você conhece bem a vida da princesa, respondendo ao nosso QUIZ (as respostas serão publicadas amanhã):

1 – Por que Isabel se tornou herdeira do trono?

a) era a única herdeira.

b) isso ocorreu após a morte de seus dois irmãos (do sexo masculino).

c) era a primogênita.

 

2 – Quem foi sua irmã e qual o destino que tomou?

a) Leopoldina, que se casou com príncipe Saxe Coburgo, teve quatro filhos e morreu de tifo em Viena, aos 24 anos.

b) Isabel não teve irmãs mulheres, apenas um irmão que faleceu precocemente.

c) Vitória, que morreu ainda na adolescência.

3- Isabel se casaria, em 1864, com o Conde d´Eu, da família Orléans, neto de Luiz Felipe o rei burguês que sucedeu a Napoleão. Como era a relação do casal?

a) distante, foi um casamento arranjado.

b) tumultuada, seguindo as tradições familiares, a união foi repleta de traições.

c) apaixonada, os dois eram muito devotados um ao outro.

 

4 – Qual a reação de Isabel ao golpe republicano?

a) indiferença, ela pouco se envolvia com questões de Estado.

Ver mais  "A escravidão exigia um instituto jurídico para manter milhões subjugados"

b) alívio, ela não queria herdar o trono.

c) indignação, incredulidade, tristeza.

 

5 – Quantos filhos Isabel teve? Quais seus nomes?

a) Três: Pedro, Luiz e Antônio e Luiza Vitória, que morreu ao nascer.

b) Dois meninos: Luiz e Antônio.

c) Apenas um filho, Luiz, que morreria logo após o golpe republicano.

 

6 – Onde estão seus restos mortais?

a) Permaneceram em Paris.

b) É um mistério, ninguém sabe ao certo onde estão atualmente.

c) Seus ossos foram transladados para Petrópolis, na catedral.

 isabelbrslisabel3
Isabel em dois momentos: já adulta (foto da Coleção Brasiliana) e ainda criança (litografia de Victor Fond, Museu Imperial). 

Leave a Reply