MEC disponibiliza material sobre a cultura Afro-Brasileira para download

Publicado em 4 de novembro de 2015 por - História do Brasil

MEC disponibiliza em seu site várias apostilas que falam sobre a cultura Afro- brasileira, são materiais com conteúdos riquíssimos para fazer download.Todas as apostilas estão disponíveis no link abaixo:

http://jottaclub.com/2015/10/mec-disponibiliza-material-sobre-a-cultura-afro-brasileira-para-download/

cultura-afro-brasileira_1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 Comentários

  1. Claudia disse:

    Muito louvável essa iniciativa, mas gostaria de saber porque estamos estudando somente a cultura afro-brasileira, já que fomos colonizados por diversas culturas e sofremos varias influências.

    • Márcia disse:

      Oi, Cláudia. A ideia não é estudar apenas a cultura afro-brasileira, continuamos estudando a Europa, mas está havendo uma valorização das influências africanas e indígenas.

    • Angelo Sátyro disse:

      Porque estamos falando de cultura negra, e não de cultura afro-europeia, ou afro-asiatica.

      e sobre a cultura branca e só abrir os livros, os jornais, assistir televisão e ai vaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    • Maurício Matos disse:

      Tenho três pós-doutorados em Literatura Portuguesa (Trovadorismo, Cancioneiro Geral, Luís de Camões, Fernando Pessoa), além de mestrado, doutorado, livros publicados e organizados. Sou carioca, radicado em Manaus, onde exerço magistério superior em nível de graduação e mestrado na Universidade do Estado do Amazonas, onde integro o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros desta IES: posso garantir que, ao menos, as culturas ibéricas, ameríndias e afro-americanas são estudadas em pé de igualdade, por sua complementaridade e importância. Cada vez mais se percebe que não há como estudar uma cultura sem se voltar para a outra, em caso de pesquisas sérias e aprofundadas, naturalmente. Gostaria de parabenizar a iniciativa e propor parceria com o NEAB-IGZ-UEA. Deixo meu e-mail para contato: mauriciomatos.lit@gmail.com. Asé!

    • Daniel Couto Valle disse:

      Porque?! Porque tivemos 388 anos de escravidão (oficial); Porque tivemos mais de 4 milhões de seres humanos que foram sequestrados, torturados, desumanizados; Porque nossa população é mais da metade composta por negros ou descendentes; Porque até hoje chamar alguém de negro ou preto é o mesmo que rebaixá-lo, ofendê-lo.
      Sim tivemos muitos imigrantes que vieram de todas as parte do mundo para nosso país. Mas nenhum deles sofre até hoje com um preconceito instalado na cabeça da maioria das pessoas. Onde tudo que vem da cultura afro-brasileira é rebaixada ou ignorada.
      E porque PRECONCEITO se combate com INFORMAÇÃO!

  2. Erivaldo Martins disse:

    Extremamente pertinente. É, porém, só parte do caminho a ser percorrido.

  3. José Antonio Ferreira disse:

    Avise-Me sobre novas publicações.

  4. Ane Caroline disse:

    Que legal! Uma boa iniciativa e irá ajudar muitos estudiosos e pesquisadores da área.

  5. Suely Mendonça disse:

    Acho de suma importâcia o ensino da cultura afro nas escolas!!!

  6. Carlos Dias Barbosa disse:

    Ex aluno da Fundação Universidade Mineira de Arte, hoje parte da UEMG, no curso de Desenho Industrial, sempre interessado, considero esta uma grande oportunidade para todos os estudantes de nossa História.

  7. Muito existe da cultura afro está entre nós e muitas vezes nem tomamos conhecimento.

  8. Ilza Elaine Nogueira disse:

    É muito importante saber mais sobre saber mais sobre a cultura afro-brasileira.

  9. Yone Maria de Oliveira disse:

    Difundir fontes de informação, multiplicar o poder! Maravilhoso!

  10. carla marques disse:

    Inivciativa muito feliz doMEC
    Parabéns!

Deixe o seu comentário!