Temporais fazem parte da história do Rio

Mary Del Priore conta que, em 1966, um temporal varreu a capital do estado. Foram 250 mortos, mais de mil feridos e 50 mil desabrigados. No ano seguinte, no mesmo janeiro, em Laranjeiras, uma casa e dois edifícios foram engolidos pela lama. O povo disse que foi castigo de São Sebastião porque na época o prefeito Negrão de Lima teria suspendido a festa do Santo protetor do Rio. Desde os anos 60, o Rio vem tentando organizar a questão da moradia popular. Confira o programa “Um Rio de Histórias” da rádio CBN:

Temporais fazem parte da História do Rio de Janeiro

Chuva forte deixa estragos no Rio de Janeiro. Foto: Marcelo Carnaval/ Agência O Globo

Chuva forte deixa estragos no Rio de Janeiro. Foto: Marcelo Carnaval/ Agência O Globo

One Response

  1. Terezinha Alves Mori 11 de fevereiro de 2019

Deixe uma resposta