“O documento mais perturbador que já li em 20 anos de pesquisa”

Recentemente, foi divulgado um memorando feito pelo ex-diretor da CIA William Colby, em 11 de abril de 1974, e destinado ao então Secretário de Estado dos Estados Unidos, Henry Kissinger, descreveu como o ex-presidente Ernesto Geisel soube do assassinato de 104 opositores políticos e autorizou que as execuções dos presos continuassem como forma de política de Estado.

No programa”Conversa com Bial”, o professor e pesquisador da FGV, Matias Spektor, comenta descoberta de documentos da CIA sobre ditadura no Brasil.

Assista:

ernesto geisel

Foto da posse do presidente Ernesto Geisel e de seu vice Adalberto Pereira dos Santos, em 15 de março de 1974, em sessão conjunta do Congresso Nacional. Data: 15/03/1974
Foto: Senado Federal

One Response

  1. Ricardo 20 de Maio de 2018

Deixe uma resposta