No passado, a oportunidade para encontrar as namoradas era na missa

        Rapazes rodeavam as meninas nas portas das igrejas. Durante os séculos 18 e 19, os relacionamentos eram controlados pelas famílias. Para cortejar, os namorados beliscavam e pisavam nos pés das moças. E trocavam bilhetes durante as celebrações religiosas. Ouça o comentário de Mary del Priore para o programa “Um Rio de Histórias”, da Rádio CBN:

Namoro na missa, por Mary del Priore (CBN)

 

rugendasmissa

Missa na igreja de Nossa Senhora da Candelária, em Pernambuco, gravura de Rugendas.

2 Comentários

  1. Vicentina dos Santos Vasques Xavier 16 de junho de 2016
    • Márcia 16 de junho de 2016

Deixe uma resposta