Luta das mulheres pela participação na política é secular

         Em 1840, Em “O direito das mulheres e a injustiça dos homens” Nísia Floresta defendia que sem educação, as mulheres não conseguiriam participar da vida política. No Rio Grande do Sul, um grupo de jornalistas, na mesma época, também lutou pelas mulheres. Elas também se envolveram em diversas ações abolicionistas, democráticas, contra a exploração sexual e de direitos iguais para mulheres, como o direito ao voto e equiparação salarial.

      Confia os comentários de Mary del Priore para o programa “Um Rio de Histórias” da Rádio CBN:

Luta das mulheres pela participação política

nisia_floresta

 

Nísia Floresta. Imagem: Biblioteca Nacional/Wikimedia Commons.

Deixe uma resposta