Curso grátis* de História da África – online

        Cursos Grátis Online é uma instituição associada à Associação Brasileira de Educação à Distância. Entre os mais de 150 cursos oferecidos pela entidade, destaca-se esse sobre a história da África e suas implicações na formação econômica, social e política de também de outros continentes. Serão abordados temas como: História da África; História e cultura afro-brasileira; A escravidão na África: uma história de suas transformações; História da África na escola; Brasil África entre outros.

 » Área de aplicação

Aplica-se especialmente às áreas de História, Sociologia e Educação em geral..

 » Objetivos do curso

Reter informações e conhecimentos sobre a história do continente africano, assim como suas influências na formação de sociedades e outros continentes.

» Conteúdo Programático

 

  • O Colonialismo: a penetração européia na África e as principais características do colonialismo.
  • A partilha do continente africano no final do século XIX: a presença dos europeus na e perante a África.
  • A perspectiva africana da partilha.
  • A África sob dominação colonial: economia, métodos e instituições.
  • Aporte ideológico do colonialismo: o racismo.
  • O processo das lutas de libertação no cenário da descolonização.
  • As alianças e os apoios internos e externos.
  • Os processos de Independência e o desenvolvimento dos Estados Nacionais.
  • Os movimentos de independência.
  • A constituição dos Estados Nacionais
  • O desafio do renascimento africano: pós-independência
  • As culturas africanas da diáspora

Para fazer a matrícula, acesse o link: https://www.cursosgratisonline.com.br/educacao/a-historia-africa#

AFRICA

Aguardamos a avaliação dos leitores que fizerem o curso!

*é cobrada uma taxa para quem quiser certificado.

FONTE: http://https://www.cursosgratisonline.com.br/educacao/a-historia-%EF%BF%BDfrica

4 Comentários

  1. Aldaires Souto França 31 de março de 2016
  2. sonia lucia da silva 29 de março de 2016
  3. Roberta Orlans Passos 29 de março de 2016
  4. Leonete Sousa 29 de março de 2016

Deixe uma resposta