Brasil: uma encruzilhada de religiões

Desde o período colonial, padres jesuítas ’emprestaram’ nomes dos grandes deuses do catolicismo para ser misturado às crenças indígenas. Rio de Janeiro sempre foi uma panela de pressão de religiões. Já no início do século XX, obra de João do Rio sobre as religiões da cidade vendeu 10 mil exemplares no seu lançamento. Confira os comentários de Mary del Priore para o programa “Um Rio de Histórias” da Rádio CBN:

Brasil sempre foi uma encruzilhada de religiões

os-jesuitas-no-brasil

“Anchieta e Nóbrega na cabana de Pindobuçu”, de Benedito Calixto.

2 Comentários

  1. Petronilo Pereira Filho 21 de fevereiro de 2017
  2. Mary, não seria essa quantidade tão grande de religiões e diversidade cultural , não seriam responsáveis pela nossa falta de identidade ? 20 de fevereiro de 2017

Deixe uma resposta