Aborto é um velho fantasma na nossa sociedade

       Textos escritos entre os séculos XVI e XVIII já comentavam a prática. Ingerir ervas, carregar peso e dar pulos eram manobras conhecidas para abortar. Objetos pontiagudos também eram usados, o que indica que, desde sempre, a mulher temeu mais a gravidez indesejada do que a morte por infecção.  Confira os comentários de Mary del Priore para o programa “Um Rio de Histórias”, da Rádio CBN:

Aborto é um velho fantasma da nossa sociedade

Mae-Madonna-Litta (1)

“Madonna Litta”, atribuída a Leonardo da Vinci.

Deixe uma resposta