Que tal preparar uma ceia de Natal à moda do Império?

Publicado em 22 de dezembro de 2015 por - História do Brasil

Em época de festas, muita gente se preocupa com a escolha do cardápio. Que tal preparar uma ceia com pratos feitos à moda do Império? Uma das iguarias preferidas do brasileiro nos banquetes e festas daqueles tempos era o peru – que, por sinal, continua a fazer parte das ceias de Natal até hoje. As receitas foram extraídas da maravilhosa obra “Os Banquetes do Imperador”, de Francisco Lellis e André Boccato (Editora Senac, 2013). Quem se habilitar a executar as receitas está convidado nos contar o resultado aqui no blog.

Bom apetite!

004

Peru recheado e assado no espeto

Picam-se uma libra de presunto cozido, uma libra de vitela, meia de toucinho, quatro ovos cozidos, salsa, duas cebolas, sal, pimenta, cravo da índia, e enche-se com este picado o vão do peru; por outro lado, amassam-se uma mão cheia de miolo de pão, amolecido com vinho branco, duas colheres de manteiga de vaca, uma dúzia de amendoins socados, meia quarta de passas escaldadas em água quente, duas colheres de açúcar, um pouco de sal, noz-moscada, cardamomo; enche-se o papo do peru com esta massa, lardeia-se-lhe o peito com tiras bem delgadas de toucinho, põe-se o peru no espeto e, envolvido em papel untado, assa-se, molhando-o com um cálice de vinho misturado com quatro colheres de manteiga de vaca; estando assado, serve-se. 

Perú recheiado à Brasileira

O perú recheiado é o principal prato dos banquetes brasileiros. Toma-se o perú, depena-se, abre-se, limpa-se, enche-se com um recheio feito pela seguinte forma: toma-se um pouco de carne de porco, um pouco de presunto, toucinho, os miúdos do perú, depois de aferventados, ovos cozidos duros, salsa e cebola verde, cebola seca e pimenta comari; pica-se tudo bem miúdo e amassa-se com um pouco de miolo de pão amolecido em vinho, adicionando-se manteiga, farinha de amendoim torrado e um pouco de sal. Enche-se com esse recheio o papo do perú do espeto, lardeia-se-lhe o peito de toucinho, põe-se o perú no espeto, envolve-se em um papel untado de manteiga e assa-se. 

banquettPARTE03.indd

Imagens: “Os Banquetes do Imperador”, de de Francisco Lellis e André Boccato (Editora Senac, 2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário

  1. Iolanda Figueiredo disse:

    Very nice. Thank you for this post.

Deixe o seu comentário!