Amor e ciúme

Publicado em 2 de dezembro de 2013 por - História do Brasil

Documentos do período colonial revelam que os sentimentos estavam aprisionados em dois padrões de sexualidade então vigentes: o amor casto e respeitoso das esposas e o amor voluptuoso, fora do casamento, com “a outra”. Em testamentos de esposas, registram-se demonstrações de “estima, dedicação e gratidão” em relação ao cônjuge; carinho…

Leia Mais

Onde se esconde o desejo

Publicado em 1 de dezembro de 2013 por - História do Brasil

  Gilberto Freyre foi pioneiro em captar o interesse dos portugueses pela “moura encantada”: tipo delicioso de mulher morena de olhos pretos, segundo ele, envolta em misticismo sexual – sempre de encarnado, sempre penteando os cabelos ou banhando-se nos rios ou nas águas de fontes mal assombradas – que os…

Leia Mais

Com a ajuda dos céus

Publicado em 30 de novembro de 2013 por - História do Brasil

 As moças que desejavam muito se casar, mas que encontravam dificuldades, costumavam rezar para os “santos casamenteiros”: São Gonçalo e Santo Antônio. Nos casos de decepção amorosa, por exemplo, algumas, mais desesperadas, chegavam a esconder o Menino Jesus que o santo trazia nos braços até que ele lhes restituísse o…

Leia Mais

Os acordos com o Mal – sexo e poder

Publicado em 29 de novembro de 2013 por - História do Brasil

Os demônios “familiares” eram invocados para prestar ajuda aos feiticeiros, submetendo-se a estes e fazendo suas vontades, em concordância com a tradição medieval. Já com a chegada da Idade Moderna, a relação começa a mudar: nos pactos com o demônio, há uma inversão de papéis. Nos séculos XVI e XVII,…

Leia Mais

Monstros do Novo Mundo – a bagagem dos navegadores

Publicado em 29 de novembro de 2013 por - História do Brasil

  Quando os portugueses aportaram, por aqui, em 1500, não encontraram só índios, pássaros e plantas desconhecidas. Avistaram, também, monstros. Só que esses, eles trouxeram dentro de sua própria bagagem. Não nas malas de couro ou os baús de madeira que vinham no fundo das naus. Mas a que estava…

Leia Mais
1 427 428 429 430 431 448