Os caminhos movimento que luta por igualdade e autonomia às mulheres

Publicado em 11 de março de 2015 por - Feminismo

Canal Futura entrevista a professora Rachel Soihet da Universidade Federal Fluminense (UFF), especializada nos estudos sobre as lutas femininas.

No fim da década de 1970 e durante a década de 1980, o feminismo no Brasil teve importância na resistência contra a ditadura militar e na defesa da redemocratização do país, através da participação decisiva na anistia, na campanha pelas “diretas já”, além da criação dos conselhos de bairros, organização em sindicatos e clubes de mães, no processo da constituinte e na constituição em 1988. Nesse sentido, o feminismo conseguiu, em parte, expressar suas reivindicações na constituição de 1988, que garante a igualdade entre homens e mulheres na sociedade e na família, abolindo o pátrio poder e a figura do chefe de família. Desse modo, a constituição atual reconhece também a união estável como entidade familiar, incorpora novos direitos, como o acesso ao planejamento familiar, a proteção contra a violência nas relações familiares e a não discriminação dos filhos tidos fora do casamento.

Acompanhe a entrevista no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=pTRDPOMrVVQ

 

saias antigas (4)

Mulheres nos anos 70: a luta por mais liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários

Deixe o seu comentário!