O maior acervo do Brasil relativo à época colonial

Publicado em 16 de setembro de 2015 por - História do Brasil

Criado em 1838, o Arquivo Nacional guarda cerca de 50 quilômetros lineares de documentos, entre os quais, registros significativos da história luso-brasileira. Ao longo dos mais de 160 anos da Instituição, esses fundos e coleções foram descritos e analisados em inúmeros instrumentos de pesquisa e tornaram-se objeto de estudo das mais variadas tendências historiográficas.

Roteiro de fontes do Arquivo Nacional para a história luso-brasileira, séculos XVI-XIX é uma base de dados desenvolvida por historiadores da Divisão de Pesquisa e Difusão do Acervo, da Coordenação-Geral de Acesso e Difusão Documental, do Arquivo Nacional e abrange um universo de três mil e quinhentos conjuntos documentais. A totalidade do acervo relativo ao período (século XVI até a Independência) foi indexada por temas, lugares e nomes de instituições ou indivíduos, procurando respeitar a especificidade da documentação arquivística. As pesquisas incluem, ainda, o fundo (proveniência), o conjunto documental e o título do instrumento de pesquisa relativo a este conjunto. O campo destinado às observações indica a existência de documentos em língua estrangeira, e outras informações complementares. Desta forma, o pesquisador poderá estabelecer, a partir de seu interesse, o conjunto de fontes a ser consultado.

Acesse:

http://www.an.gov.br/anac/

FONTE: Arquivo Nacional/História & Historiografia do Brasil.

Carlos-Juliaoescbritadores

“Escravos britadores”, de Carlos Julião (detalhe).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários

Deixe o seu comentário!