Independência ou Morte?

Publicado em 17 de setembro de 2013 por - Independência do Brasil

Já que acabamos de comemorar o “7 de setembro”, vamos falar sobre a independência do Brasil. O processo que levou ao famoso grito do Ipiranga, em 1822, teve início com a vinda da Família Real Portuguesa, em 1808. Para escapar da sanha conquistadora de Napoleão, D. João se aliou à Inglaterra e transferiu a Corte para as terras tropicais. O apoio inglês teve um preço, e a primeira consequência concreta foi a abertura dos portos às nações amigas. A relação Metrópole-Colônia estava transformada para sempre. Com o fim da ameaça francesa, os portugueses não escondiam mais sua revolta com a autonomia econômica, administrativa e política do Brasil. Estourava a Revolução Liberal do Porto, em 1820, obrigando D. João a retornar a Portugal no ano seguinte. As “cortes” lusitanas não se conformavam com a permanência do príncipe regente e exigiam a volta imediata de D. Pedro. O Brasil deveria retornar à condição colonial. Malgrado as determinações vindas da Europa, as elites locais não estavam dispostas a perder suas prerrogativas e voltar a viver sob a tutela lusitana. Em meio a cenário bastante conturbado, interna e externamente, sofrendo a ameaça de invasão militar portuguesa, D. Pedro declarou a independência.BOX1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário

  1. Jonas Soares de Souza disse:

    Cumprimentos pelo blog História Hoje e pela sua inestimável contribuição em favor da valorização da História do Brasil.

Deixe o seu comentário!