Arquivos Privados de Interesse Público

Publicado em 7 de abril de 2017 por - dicas

O Arquivo Público do Estado acaba de disponibilizar a quarta edição da Revista do Arquivo. O tema deste novo número é “Arquivos Privados de Interesse Público”.

       Editada pelo Centro de Difusão e Apoio à Pesquisa do APESP, a Revista do Arquivo propõe aos leitores uma análise sobre os acervos privados, através de artigos que abordam a forma como são organizados,  a tipologia, a diversidade documental e a política de aquisição e acesso aos documentos desses acervos.

      “A nossa proposta também é chamar atenção para a importância que os arquivos privados de interesse público possuem tanto para a pesquisa histórica, quanto na formação cultural da sociedade brasileira. Normalmente, esses acervos não recebem o tratamento adequado pelo fato de existirem poucas instituições voltadas para eles. E, muitas vezes, a responsabilidade da guarda e preservação de acervos privados são transferidas aos arquivos públicos”, disse Marcelo Chaves, diretor do Centro de Difusão.

      No APESP, parte do acervo de guarda permanente é constituído por diversos conjuntos documentais produzidos ou acumulados por pessoas ou entidades de caráter privado. Hoje, estes acervos somam dezenas de fundos, que incluem documentos de ex-governadores paulistas, tais como: Washington Luís, Altino Arantes, Ademar de Barros, Mario Covas (transferido ao Arquivo Público em janeiro), além de diversas personalidades que participaram da vida política e cultural de São Paulo. Em 2016, a instituição promoveu um seminário e também uma exposição física sobre o fundo Júlio Prestes de Albuquerque.

      Na Revista do Arquivo, a seção “Prata da Casa” – onde sempre é apresentado o trabalho realizado pelas áreas técnicas do APESP – destaca o dia-a-dia do Núcleo de Acervo Textual Privado.

      Em “Interpretes do Acervo” a professora e filóloga Verene Kewetiz (FFLCH/USP) é a entrevistada desta edição. Verene que há mais de 20 anos pesquisa os documentos manuscritos, guardados no acervo APESP, conta a sua experiência na busca de preciosidades sobre a língua portuguesa.

Para ler a Revista do Arquivo, acesse: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/revista_do_arquivo.

 

ArpPSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários

Deixe o seu comentário!