A intimidade do Imperador: cartas para a condessa de Barral

Publicado em 26 de abril de 2015 por - História do Brasil

            Aquela mulher tirou dele a timidez e os embaraços. Sua malícia era um convite. E ele, aceitou, confiando nela. Admirava-a e lhe concedeu todas as intimidades. E tecia-se o romance. A convivência era frequente e íntima. O elo que unia estas duas pessoas era muito forte. Não se tratava das “necessidades primitivas”, nome que se dava ao puro e simples desejo sexual, nesta época. E, sim, a mistura sublime e romântica de amizade, amor, entusiasmo pela beleza e o encontro de almas. Um sentimento construído num momento histórico especial: o século XIX.  Ele, era D. Pedro II, o imperador do Brasil. Ela, a Condessa de Barral.

 O trecho acima é do livro “Barral – a paixão do Imperador”, de Mary del Priore. Na obra, é narrada a forte ligação entre D. Pedro II e a condessa de Barral, um amor que durou por décadas. Agora, é possível conhecer a intimidade dos amantes (ou amigos, como defendem alguns) por meio das cartas trocadas entre eles. O Museu Imperial, através do Projeto DAMI, digitalizou e disponibilizou Coleção Barral Montferrat, composta por três maços de cartas, que perfazem um total de 268 correspondências escritas pelo imperador à condessa, nos períodos de 24 de março de 1865 a 23 de maio de 1868, de 12 de janeiro de 1876 a 19 de abril de 1877 e de 15 de julho de 1879 a 26 de março de 1881.

As cartas foram descobertas por pesquisadores nos anos 1950, depois da sua doação ao Museu Imperial em 1948. A correspondência já foi utilizada como fonte para a confecção de trabalhos de cunho biográfico, sendo também uma importante referência para os estudos relativos ao cotidiano político e econômico do Brasil. Em diversas cartas é possível acompanhar as reflexões de d. Pedro II da guerra do Paraguai, bem como seus relatos de viagens e de participação em eventos culturais e científicos no Brasil e em outros países.

Coleção Barral Montferrat reúne um conjunto muito interessante para conhecer a intimidade do último imperador do Brasil, seus interesses pessoais e opiniões a respeito de temas diversos. Sua disponibilização permite o avanço de pesquisas relacionadas à vida de d. Pedro II e aos principais acontecimentos em que esteve envolvido.

Confira a documentação no link abaixo:

http://187.16.250.90:10358/handle/acervo/3159

pedroaugustobarral

D. Pedro II, com o neto Pedro Augusto e a imperatriz Teresa Cristina; e a condessa de Barral, quando jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comentários

Deixe o seu comentário!